Tuesday, September 4, 2007

Um anjo no céu...

Choque frontal faz 4 mortos

Image Hosted by ImageShack.us

A Rita deixou-nos, com 19 anos.

Lamento o modo como partiste...

Eras muito céptica e extremamente sincera, era disso que eu gostava em ti, podia-se contar com a tua opinião brutalmente honesta =)

Chumbei a HA por causa de ti, minha badalhoca, mas eu perdoo-te ;)

Só nos conhecíamos há um ano, não foi tempo suficiente e agora fica só a esperança de te ver a entrar atrasada nas aulas, a refilar com os outros, a ignorares acontecimentos embaraçosos, a surpreenderes-nos todos os dias com atitudes diferentes e desinibições incríveis =)

Ficam as prendas que nunca te dei, os conselhos que nunca me darás, as experiências que não viveremos mais…

Choro a tua morte com um sorriso, pois sei que este mundo não te mereceu, era o teu destino que nos deixasses e fico á espera que nos voltemos a encontrar, num dia de chuva direitinha =)

Adeus amiga, vou sentir a tua falta, todos nós vamos, porque hoje o mundo é um lugar mais triste*

21 comments:

Anonymous said...

Lembro-me de tanta coisa, agora que olho para trás. O teu cabelo cenourinha, que enganava toda a gente,... a tua forma de andar, como uma boneca, enquanto ias atarefada de um lado para o outro, sempre com algo para fazer. Os teus comentários inesperados, o teu sorriso e ar de reguila. A tua sinceridade e inocencia.
Tanta coisa que agora preenche a minha cabeça... mas acima de tudo a ideia de não saberes o quanto gosto de ti. Por isso aqui o digo. Farás muita falta.
Lembro-me tanto de ti.
Vou guargar esta lembrança, estes momentos, comigo. Levar-te para um futuro que não se vai desenhar. Levo-te comigo.
Estás dentro de nós, e assim ficas para sempre.

Adeus,

Ana*

Anonymous said...

Só gostava era de ter tido a oportunidade de a conhecer melhor... Lembro-me de um dia ter ido com ela para a escola a pé, devagarinho, porque ela se tinha sentido mal no metro... E da Teresa a ralhar com ela na aula de Geometria... a brincar, claro...

E de olhar de cada vez que chamavam "Rita"... Eu olhava mais vezes que ela ;P

E daquele cabelo lindo ruivo...

Vou ter saudades e em mim ficará sempre a tristeza de não a ter conhecido tão bem como gostaria...

Adeus, Rita**

Anonymous said...

A primeira palavra que me vem á cabeça quando penso em ti é "vida", aparecias sempre com um sorriso nos lábios e bem disposta para todos.
Lembro-me agora das conversas que tivemos, como te encontrava a "léguas" no metro devido ao teu cabelo inconfudivél e como ficavas embaraçada pelo facto :)
Sempre que pensar em ti, vou recordar da rapariga sorridente, alegre e do teu nervosismo engraçado.

Não serás esquecida Rita.

Patrícia

yola said...

nunca te contei, perdi a minha melhor amiga quando tinha 13 anos.... sei o que estas a passar. e duro... o mundo e mesmo injusto. for�a miga, agarra bem as bochachas do teu c�o, e pensa nos bons momentos. bjs

Anonymous said...

Custa-me tanto acreditar nisto…uma pessoa como tu, tão cheia de vida e de alegria… isto é muito injusto, tento perceber o porquê??? mas não me cabe a mim entender estas coisas da vida…
Começar a faculdade sem a tua presença não vai ser a mesma coisa, vou sentir muita a tua falta! Cada vez que for almoçar vou me lembrar de ti… achava muito engraçado quando levavas as tuas saladas saudáveis e marcavas a diferença no refeitório! Vou recordar-me de ti sempre! Vais permanecer na minha memória como uma pessoa espectacular e amiga que sem dúvida não merecia acabar assim…:´(

Adeus Rita***

Nádia

Anonymous said...

lembro-me de ti como a miuda bonita de baixo de um monte de caracois ruivos, a miuda com um andar estranho, a miuda calma mas q quando a arreliavam virava fera, as bochechas ficavam mt vermelhas e ela ainda mais bonita ficava. Embora convivessemos pouco posso-me gabar de ter aproveitado bons momentos contigo...gabo-me de te ter conhecido!
Até um dia destes
Joana

Anonymous said...

As palavras custam a sair quando somos confrontados com um choque desta dimensão... Sei o que dizer, mas não o quero fazer, pois não quero que esta seja uma última vez.. E não será com certeza, porque a nossa mente te manterá viva e recordaremos o teu sorriso maroto e a tua pessoa tão peculiar, juntos, com muita força e saudade. Apesar do curto tempo que partilhámos contigo, penso que a opinião é unânime quanto a ti: és muito especial, amorosa, muuuuito ruivinha, e vais deixar um grande peso no coração de todos nós.

Via-te como uma amiga e assim me lembrarei de ti ao longo do tempo.
Haverá sempre muito mais para dizer..

Um enorme beijo, da tua amiga que tanto te admirava,
Raquel Roque.
*

Anonymous said...

É tao dificil acreditar que a vida nos pregua estas partidas! :'( Ainda não consigo acreditar que te foste embora assim...sem que me deixasses dizer te o quanto gostava de ti!! Vai me custar tanto, mas tanto...tar nas aulas à espera que entres por aquela porta com um ar super envergonhado, toda coradinha, com aquele teu andar que não passou despercebido a ninguém... :'( todos os momentos que passámos juntas...foram simplesmente espectaculares...não tenho nada a apontar em relação a ti! Porque tu eras simplesmente ÚNICA! Podes ter a certeza que NUNCA mas NUNCA te vou esqueçer! :'(
Fizeste a diferença na minha vida! Aprendi muito contigo!
Aqueles trabalhos de grupo juntas...
Aqueles almoços...quando sacavas do belo do macarrão com franguinho desfiado, ou da bela da maça...
Aquela tua calma e à vontade quando nos deparávamos com situações estranhas...para ti tava sempre tudo na boa!
A lembrança que tenho de ti a penteares as sobrançelhas...
O nojo que tinhas de beber das nossas garrafas de água...
Meu Deus...como é possivel? :'(

Vais estar sempre mas sempre no meu coração!
Um enorme beijo desta amiga que te adorava*

Teresa*****

Anonymous said...

nao sei por onde comecar...talvez o mais certo sera comecar por dizer k nenhum destes comentarios, ou cartas enormes cheias de apontamentos e recordacoes intermináveis irao igualar ou sequer se aproximar da quantidade de coisas que gostava d te ter dito; aperceber-me que é injusto que por mais palavras insentimentadas e vivencias comuns, nenhuma delas vai substituir -de maneira alguma- akilo que todos nós deveriamos ter tido contigo: mais tempo. mais tempo pra falar, rir, gozar, desenhar, discutir... seja la o k for!
As palavras comecam m a sair mais fluentemente pelas dedos que martelam o teclado , mas de qualquer maneira mais lentas do que as memorias que surgem constantes e sem parar. memorias apenas de apontamnetos e situações comicas e felizes. O teu andar sem dobrar as pernas (parecias uma boneca), ou o teu ar trapalhao e atarefado, com mil coisas numa mao e debaixo dum braco e no outro uma maca e uma garrafa de agua...vao ser a imagem eterna que vou ficar de ti: uma rapariga bonita, alta , ruivona, comica, ingenua, simpatica e que se escondia atras duns oculos que te faziam parecer uma libelinha.... para mim vais continuar a crescer conosco e vais chegar à velhinha fofa e castica que pergunta: «alguem ker cha?»
ja escrevi muito, e irrita-me nao conseguir descrever e demonstrar o quao isto tudo me afectou e quanto gosto d ti e estou contente por te ter conhecido
beijos
se existir mesmo um sitio onde consigas olhar para nos, vais ver k vais continuar sempre dentro d nos!

diogo

Anonymous said...

Olá, Rita.
Ainda não sei bem como acreditar que não vais voltar. No primeiro dia de aulas acho que vou ficar à espera de ti. E vamos guardar-te um lugar na nossa fila...
A minha educação não me premite acreditar que estarás em algum lugar melhor, ou não, a vigiar-nos, ou a esperar por nós, e parece-me que, por isso, por acreditar que nunca te voltarei a ve, ainda me custa mais.
Portanto, não estou a escrever isto para ti, mas mim, para meu próprio conforto, e parece-me injusto, e egoista, que uma rapariga de 19 anos, linda, inteligente, e tudo o mais, cheia de pessoas que gostavam dela, e com um futuro brilhate pela frente não exista mais, enquanto que eu ainda aqui estou, a escrever um comentário para meu próprio conforto!...
De vez em quando ainda acredito que é mentira, que alguém me vai dizer que foi apenas uma brincadeira de mau gosto, muito mau gosto e que afinal a Rita está de boa saúde, a gozar as suas férias... e depois, percebo que não, que é real, e é como se tu tivessse ido embora denovo.
Acho que já escrevi demais, mas para mim nunca será suficiente, pk vai falatr sempre tudo aquilo que te devia ter dito quando ainda aqui estavas. O meu maior arrependimento foi não te ter conhecido melhor, não ter conversado tanto contido, não ter passado tanto tempo ao teu lado quando ainda era possivel.

Agora só me resta dizer uma palavra: Adeus!

Tânia

A Lua Da Ana said...

Sinto muito o que aconteceu... Não conheço nenhuma de vós, e este blog apareceu por um comentário que vinha retribuir...
Só vos quero dizer que onde quer que ela esteja só vos quer a sorrir, e que se lembrem sempre dela com um sorriso... A dor nunca é igual para ninguém, mas essa experiencia passou na minha vida numa fase revoltante, imagino a revolta que sentem...

Anonymous said...

Dói-me o coração...e pensar em proferir palavras que descrevam o meu sentimento e os momentos que partilhei contigo ainda dói mais...
Não é de forma triste que te recordarei, mas com alegria pela oportunidade que Deus me deu de teres cruzado o meu caminho e o caminho de todos que só tiveram razões de sorrir ao teu lado.
És tão bonita...e és recordada aqui na terra assim, quando olho as palavras que sentem os nossos amigos fico comovida pela maneira similar que nos tocas-te.

Digo isto a todos:"Nunca compreenderemos o quanto um simples sorriso pode fazer."

Foi o teu sorriso que nos tocou e é agora o nosso sorriso que toca tantos outros,e a isto chama-se Amor e Humildade.

Descansa em Paz,Anjo*

Beijo desta amiga,
Marta

pandolet said...

no outro dia sonhei contigo...sonhei que me ouvias, abracava-te e agradecia-te.

estou desfeita. e agora?

deixei-te cravos cor de rosa e perdi-me no cemitério...ri-te ri-te =)

vou sentir a tua falta*

Anonymous said...

Sei que não pudeste ir ao jantar do caloiro,.. mas vais à minha festa de anos. Podes aparecer quando quiseres, como de costume. Deixo a porta aberta. Acompanhas-me, como sempre. Sinto-te tanto. Estás sempre comigo. E assim estarás. Sempre.
Não largues a minha mão.

Ana

Anonymous said...

Penso todos os dias como seria se estivesses a meu lado em tudo o k faço...as minhas decisoes, os meus actos, as minhas ideias...passariam por opinioes tuas...e sei k me influenciariam bastante...pk tu és perfeita! kero k saibas k fiz o meu carrinho de projecto a pensar em ti e no knt tavas desejosa de o fazer tmb...dedico te o meu pk nao tiveste opotunidade de fazer o teu...e sinto o knt estás feliz por veres k estarás smp conosco, seja onde e knd for...adoro te!
Nunca te deixarei...:D

Teresinha*

Anonymous said...

Aqui estou eu a horas da entrega de Porjecto e...penso como as coisas superficiais me afectam.
Penso em como tb estarias aterefada...
Mas penso sobretudo em como sinto a falta do teu projecto.
E que devo fazer tudo com muita muita calma, aproveitar tudo e aproveitar para falar contg.
O meu coração anda um pouco aterefado e eu sei k tu, Deus e tds as pessoas que mais amo e k estam contg sabem...Mas também sabem que hj olhei o céu e olhei para vocês.E que tenho que reconhecer que ainda olho poucas vezes.
Hoje estava a falar com pessoas e falava da animação que faço com as crianças e lembrei-me de ti e como partilhavamos esse gosto.
Eu acho que no fundo sempre te sentis-te uma criança, eu também sou assim.
E há coisas que nos fazem crescer e há males que nos forçam a amadurecer e erros que nos fazem aprender.
E eu tenho o defeito de errar muito, mas a virtude de aprender muito.


Amo-vos*
De: Marta Ribeiro
Para: Rita Ribeiro

Anonymous said...

Só te vim dizer que estou feliz :) vim te contar que a minha vida sofreu algumas mudanças que talvez tu nao conseguisses acreditar, mas que foram para melhor...por isso sei que desse lado me apoias e estás comigo.
Conto te agora porque sei que se aqui estivesses terias sabido antes, porque teria desabafado contigo e ouvido os teus conselhos...mas nao faz mal, a tua ausência uniu me ainda mais à pandolet (sim porque eu agora chamo lhe pandolet :P lol) e ela deu me os conselhos que tenho a certeza serem os teus também...:)

Como a ana diz..."nao largues a minha mão!"
Relembro todos os momentos passados contigo, que nos deixam a rir mas também com saudade...porque esses sim foram perfeitos!

Teresinha*
PS:Continuas linda...:)

Blue_@ngel said...

Desculpa, andei a dar uma grande vista de olhos por aqui...
Quero dizer-te que aprecio muito o teu talento para a arte. Também eu sou ligado muito às artes, mas neste caso à música e ao teatro.
Quanto a este post...
É daqueles que não se sabe o que dizer. Apenas dizer que perdi um amigo aos 13 anos para a leucemia. Ainda hoje o sinto comigo por vezes, quando me lembro dele. Já lá vão 15 anos.
E há cerca de 3 anos ia perdendo a minha melhor amiga. Esteve em coma durante 2 semanas no hospital e não há nada que possa descrever o que se sente... Nada nada. Desculpa. Estou a escrever e nem sei o que estou a escrever...
E estou a chorar. Que estupidez... LOL
Ainda para mais quando tu própria acreditas que ela está bem melhor agora. :)
Mas lembro-me da minha melhor amiga na cama do hospital. Sentir que a qualquer momento poderia ficar sem ela. E hoje passados mais de 3 anos, depois daqueles momentos difíceis, se calhar fizeste-me lembrar que não lhe disse vezes suficientes o quanto gosto dela. Ou não estive com ela quando se calhar deveria estar. E que pus outras pessoas à frente dela. Enfim... Obrigado.
Beijo grande.
Tanto para ti, como para a Rita, que a partir deste momento me conhece também. :)

Anonymous said...

PARABENS :D Hoje é o teu dia...!desculpa nao poder ter ido ao teu encontro :( alias, com tantos trabalhos e com tanta pressao, e tu sabes bem como sao as alturas dos trabalhos e dos testes, temos andado sem tempo para quase nada...mas sei que nao é desculpa...
Acredita que quando puder vou deixar te o meu presente de aniversário...! ;)
Continuo a sentir-te sempre...seja onde for e em que situaçao for, pois tu estás sempre presente...Guardo te e protejo te sempre comigo.
Parabens por este dia tao especial!
Nao sei o que dizer...pq no fundo, apesar de estares smp cmg...sinto a tua falta...Ruivinha! :(

Beijinho*
Teresa

Blue_@ngel said...

Parabéns, onde quer que estejas.

Jorge Bastos said...

Paz à sua alma e coragem para aqueles que tiveram a oportunidade de privar com ela...

Não é fácil para nenhum de vocês, todavia a Rita deixou uma marca em cada um dos vossos corações. Mudou a vossa vida para melhor, mostrando o sorriso e as palavras que sempre vos faziam acreditar em dias melhores!

A Rita chegou, cumpriu a sua missão e partiu...mas não vos esquecerá, da mesma forma que vocês não o farão em relação a ela.

Lembrem-se dela a cada sorriso, a cada gesto de bem, a cada conquista...ela olhará por vós ajudando-vos a cumprir a vossa missão!